quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Há dias em que acordas, com a (má) disposição dos outros dias, mas logo cedo o Mundo começa a estar contra ti.
É em casa, é no trabalho, no supermercado e no trânsito.
Ao meio-dia, a auto-estima já saiu do teu dicionário.
Resolves ir almoçar, sozinha, a um sítio onde a empregada te faz uma grande festa e comenta contigo a tua ausência de Domingo passado.
Domingo, um dia em que é preciso esperar por mesa, um dia em que elas nem tempo têm para respirar... ela deu pela tua falta.
E mais, já não almoçava lá há muito tempo, mais de um ano, talvez; ela lembrava-se que nestes dias tu queres um Compal de frutos vermelhos, um rissol de camarão em pão e que adoras a broa deles e, sem mais, te oferece um pratinho de broa...

Depois disto, todo o resto ficou um pouco mais leve...

2 comentários:

Olívia Palito disse...

Estás a ver? E a menina ainda que "queixa" da vida?

[Mas porque raio, esta mulher tem que meter o assunto comida (e ainda por cima, da boa) em quase todos os posts que faz?!] :))

Beijo grande menina Reflexos* ;)

Reflexos disse...

@ Oliviazinha: E ironia, ou não, não gosto de comer nem de cozinhar... a minha relação com a comida é muito estranha..