quinta-feira, 16 de julho de 2009

PT não quer empregados com mini-saias e chinelos

Acabei de ler esta notícia no site da Agência Financeira:

O dia casual é à sexta-feiraA PT Pro decidiu pôr um ponto final no estilo individual dos trabalhadores, pelo menos de segunda a quinta. Em comunicado interno a empresa desaconselha o uso de minis-saias, «calças de cintura descaída», jardineiras, chinelos e ténis, adianta o «Diário de Notícias».

A empresa justifica-se com a necessidade dos colaboradores terem uma imagem cuidada, «fundamental para o estabelecimento de uma relação de confiança e para uma boa receptividade dos serviços prestados».

À sexta-Feira é permitido aos trabalhadores vestirem calças de ganga e um pólo. Os tecidos transparentes continuam a estar fora da lista.

E já agora, porque não encomendar umas farda ao Tenente? As da Expo eram muita giras...

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

devo dizer que, em certa medida, esta exigência de maior rigor na forma de vestir me agrada. É muito desagradável ser atendido por pessoas que não têm a noção do ridículo e exibem adiposidades que por vezes provocam alguma repulsa.
Se calhar foram as férias que me fizeram mal, sei lá!

Reflexos disse...

Sim, em certa medida. E concordo plenamente, pois há coisas que não devem ser vistas , muito menos exibidas ( que os guardem lá para elas e eles...).
Mas não é assim que vão ter a imagem cuidada... essas pessoas conseguem sempre surpreender.
Dou o exemplo da empresa onde trabalho, onde na produção o uso de bata é obrigatório, por questões ligadas a normas de qualidade e mesmo assim no início faziam das batas 'gato e sapato': cortavam as mangas, subiam as baínhas, ajustavam-nas ao corpo, não apertavam os botões. Enfim!

Mas Carlos, seja muito bem vindo ao clube dos 'desgraçados' que já têm de regressar ao trabalho...vai doer tanto vê-los ir de férias!

Ah, e pela sua saúde, nunca vá a uma loja PT a uma Sexta feira... deixe para segunda...

(joke)


Reflexos