segunda-feira, 16 de março de 2009

Pensar Alto

Sobre esta notícia, não consigo tecer comentários...
Da forma como se vive hoje em dia, só em não tem crianças, é que está livre de que tal lhe aconteça...
Eu sei que parece uma grande monstruosidade o que estou a dizer, mas quem nunca se atrasou, pelo menos, para ir buscar as crianças à escola? ... e quem já se esqueceu de as ir buscar?... e quem estava quase chegar ao emprego e se apercebeu que ainda tinha as crianças no carro?

A não ser que seja eu que tenho amigos ou colegas anormais, mas já ouvi histórias destas da boca deles. Felizmente sem estas consequências.

E garanto-vos que o amor deles pelos filhos não está em causa, como não estaria, aliás está o deste Pai!

1 comentário:

Ricardo disse...

Concordo consigo Reflexos, qual é a pessoa que não se esquece de alguém?

Eu sou catequista e lido com muitas crianças e sei muito bem que há pais que se esquecem dos filhos nos jardins de Infância como na escola, é triste mas há.

Eu além de ser catequista eu tenho sobrinhos e vejo as coisas como elas são.

Digo-lhe mais, acredito que esse pai que se esqueceu do seu filho psicologicamente não esta bem, como também não deve estar a ser fácil de lidar com essa situação e tenho a certeza que esse homem não será o mesmo que era.

Porque não é fácil de ser responsavél por isso, mas também acho que ele não deve ser culpado nem julgado. Acontece coisas bem piores do que esta e ninguém faz nada, infelizmente.

Por isso, qual é o ser humano que não erra?